Páginas

Pesquisar neste blog

12 de dezembro de 2010

Nosso querido Conan se foi...


"Acordo e vejo que um pequeno coração que batia desesperadamente na luta pra sobreviver já não bate mais... E se ele se recuperasse não abanaria o rabo pra quem provocou isso tudo? 

Entao agora pode respirar ar puro, brincar tranqüilo, com a consciência limpíssima, sem se preocupar com quem você amou e confiou. Agora você pode ser do jeitinho que te pediram pra ser antes de vir pra esse mundo. E nossa história não estará pelo avesso assim, sem final feliz. Teremos coisas bonitas pra contar. E até lá, vamos viver! Temos muito ainda por fazer”.

Rafael Branco, 
Projeto Hammã

Infelizmente nosso querido cãozinho Conan, resgatado em Goianira há dez dias (veja detalhes aqui), faleceu às 10:00 do sábado, dia 11/12/10, devido a seus problemas de respiração e à infecção no pescoço causada pela coleira de arame que foi obrigado a usar pelo seu ex dono. Apesar dos esforços para sua recuperação, o cãozinho dócil não suportou as consequências da crueldade a que foi submetido.

Todos do Projeto Hammã estamos profundamente tristes pelo trágico desfecho desta história de vida marcada pelos maus tratos e desrespeito aos direitos dos Animais.

Esperamos que este exemplo condenável, absurdo e nefasto de irresponsabilidade com a posse de um animal sirva de alerta para nossos seguidores e para as autoridades responsáveis pelo combate a esta forma desleal de criação animal. 

Não deixe que casos como o de Conan se repitam. Denuncie maus tratos a animais na DEMA (Delegacia Estadual do Meio Ambiente) do seu Estado e propague os ideais de posse responsável de animais para que fatos como este não se tornem cada vez mais comuns.

Descanse em paz, querido Conan.


DENUNCIE maus tratos a animais! Saiba como clicando aqui.
Conheça os Diretos dos Animais clicando aqui.
Saiba mais sobre Posse Responsável clicando aqui.

3 comentários:

Monik disse...

Triste... Muito triste. E muita revolta por quem faz isso com qualquer animal.

Maria Tereza disse...

Conan está num lugar muito melhor agora! Sem sofrimento, sem dor.

Lindo texto, Rafael! =)

Projeto Hammã disse...

Tem razão Maria Tereza.É o coração de quem acompanhou a dor,a solidão e a luta de uma vida que só queria viver.Que viu no olhar do animal,entre a dor e a luta,também a magnitude do olhar de perdão:"E se ele se recuperasse não abanaria o rabo pra quem provocou isso tudo? "

Esperamos que a leitura desse olhar num futuro talvez mais próximo do que imaginamos,seja previlégio de muitos.

Meibel
Projeto Hammã

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...