Páginas

Pesquisar neste blog

12 de janeiro de 2011

Escrevo somente o que não pode mais se calar...



Olá amigos,

Mesmo ficando quatro semanas sem escrever aqui, não estava nem em férias, nem de. Porque (feliz ou infelizmente) não dá para bloquear a cabeça e dizer: não vou pensar, não vou ver, ou se ver,nada vou fazer. Todos nós temos o nosso lugar e sabemos onde ele fica. E o meu aqui,onde as coisas do coração acontece,aonde existe um mundo perplexo,e o bem habita continuamente soberano.

Conan foi um dos animais recolhidos durante o período em que fiquei fora das páginas virtuais,contudo,as coisas continuavam acontecendo aqui fora.Ele foi resgatado no interior de Goiás,amarrado com um arame enferrujado que lhe rendeu uma grave infecção na traquéia.Que nojo do causador disso!O pequeno não resistiu,por mais que desejassemos que ele sobrevivesse.

Quem quiser saber detalhes da história de Conan, leiam essas matérias:

E então Conan nos deixa e Rafael Branco divide a imensa dor conosco num desabafo, já que ele acompanhava Conan em seu tratamento:

E então prá tentar compensar a dor,chegaram Lilica e Pantera para passar a virada do ano nos dando nossa identidade,leiam sobre elas também aqui:

Minha praia preferida é falar de amor. Do amor fraterno.

Lembro-me quando comecei à escrever no início do Projeto ainda sem nome,e eu sempre terminava com a frase: "Fico aqui com meu olhar critíco e sempre otimista" e continuei escrevendo ao longo dos anos, meus textos bem conhecidos e a conclusão que cheguei é hilária: Escrevo palavras de peso.

Depois de muito tempo escrevendo,as pessoas passaram a ter curiosidade em me conhecer,me escreviam pedindo para eu mandar fotos.Eu nunca gostei de divulgar minha imagem pelo fato de que a minha escrita é apenas uma ferramenta do Projeto Hammã e o objetivo sempre foi participar à todos o trabalho feito com os animais.Mas não teve jeito,as pessoas queriam saber quem escrevia.

Gente,era muito engraçado a cara de decepção das pessoas ao me ver.Teve uma que não conseguiu e soltou: nossa! Achava que você era alta e loira! Isso fez com que eu concluisse que eu "escrevia" coisas grandes, fortes e que causavam grande impacto nas pessoas.

A persistência é uma característica marcante da minha personalidade,(inclusive encontrei essa resposta sobre mim no Facebook), e a forma como traduzo a minha indignação,alegria,dor e gratidão à tudo, traz muitas pessoas prá esse lado desconhecido até então,que é o sofrimento e o valor da vida de um animal.E isso eu agradeço à eles porque o mérito é deles.

Sempre escrevo de madrugada. Na calada da noite o pamonheiro não passa berrando, a moça da net não liga prá dizer: sua conta está atrasada há 28 dias,senhora! E eu fico no teclado trazendo a lembrança do olhar que vi durante o dia ou revendo as fotos dos animais e tentando traduzi-los. É como se eles falassem comigo.Lembro-me ainda com muita saudade do velho Salomão,da primeira vez que o vi sorrindo e pude tocá-lo.Era como se eu tivesse tocado o céu.Daí quando ele se foi,eu no meu inconformismo,buscando respostas que não existiam,ouvi de uma amiga: Ele se foi porque só tinha que passar por aqui, passou e foi embora como o anjo que era. Então me lembrei dessa sensação de tocar o céu,e me conformei.Mas confesso que até hoje,algumas coisas me trazem ele de volta. Como a amiga Nayara que eu não conhecia, interagimos por email na epóca do tratamento de Salomão, e ela, tenho certeza,também o amava. Eu só a conheci na inauguração do bazar,e não consegui olhar prá ela por muito tempo,tudo nela me lembrava ele e eu não podia quebrar a alegria da inauguração.De fato, são coisas que só Deus poderá me explicar um dia, em alguma oportunidade.

Queria falar de Hammã nessa carta.Ele está temporariamente na casa da criadora da marca do Projeto Hammã,mas no próximo mês precisa sair porque a Luciana Vasconcelos vai entregar o imóvel.O velho renasceu pela décima vez,ele é um garoto velho.Recebemos o email de Luciana hoje e pudemos sentir o seu pesar pela separação,mas já haviamos sido advertido sobre essa possibilidade quando Hammã foi para o estúdio dela.Sentimos por ambos,mas principalmente por ele que se não achar outro "coração com espaço" vai ter que voltar ao canil.Isso nos preocupa se pensarmos que estamos dando "doses de proteção" à ele que precisa de proteção e carinho diários.Nosso velho precisa ter paz,carinho e descanso.Ele cumpriu bravamente suas tarefas,é merecida a medalha de honra ao mérito.

Sabem,fiquei muito tempo sem escrever e com isso as doações e adoções não aconteceram.Talvez pelas festividades de final de ano,não sei ao certo.Até os animais ficaram sem procura,sem visitas. Pude sentir a solidão deles.Para eles não foi natal.Ao contrário,no fim de ano chegamos ao ponto de sentir uma ponta de pavor quando nosso telefone tocava,foi impressionante a quantidade de pedido de recolhimento.Então recolhemos alguns e entre eles Conan,Lilica,Pantera e Pepê que veio à óbito ontem.Um pequeno serzinho peludo que estava infectado com a doença de parasitas.Todas as tentativas desde a internação,soro e transfusão de sangue foram feitas.Sem sucesso.

Esses resgates mencionados,nos renderam divídas altas em clinícas.Estamos com uma divída de 3416,00 à ser paga e sem recursos.A nova sede aonde funciona também o bazar,está começando agora e só supre suas despesas e uma parte do canil,entre algumas outras coisas corriqueiras.

Então chega aquela hora de dizer: Amigos, precisamos de vocês!

E sempre foi assim,fico feliz em pensar que sempre será. Pretendemos ficar aqui ainda por muito tempo,pois temos muito à fazer. Precisamos chamar a atenção dos leitores para a importância da participação ativa,seja financeira,para o bazar ou voluntariado. A melhor forma de saber se nosso trabalho é sério,é participando.Fica aqui o convite,nossas portas estão sempre abertas.

Sei que muitos tem dúvidas sobre a utilização das doações e acho compreensível,mas não achava até um tempo atrás,até que uma amiga me disse:Você não acha porque prá você é incabivel.Confesso que ficava perdida quando alguém nos perguntava o que seria feito com os remédios doados,com a ração,com o dinheiro,meu Deus! O que se faz com isso quando se cuida de animais??? Pois é! Achava que isso vinha de pessoas que tinham uma espécie de ácido corrosivo prá lançar no nosso coração e dissecar nossa alma, não sabia que o óbvio não era óbvio. Por isso reafirmamos nosso convite,sempre.Nossos telefones,telefones dos profissionais,enfim,sintam-se à vontade.

E então depois disso tudo,quero deixar algo que alimenta o dia: Acredite no bem e o bem lhe sorrirá de volta. Talvez não saia tudo como planejado, mas acredite que no final tudo acaba como deveria. Não há receita mágica para o lograr êxito na vida, não há “O segredo”, mas acreditar no bem, crer que tudo está certo, pensar positivamente, já ajuda a caminhar e seguir os objetivos, independentemente das pedras que possam surgir na jornada. Seja grato pelo que parece pouco,e ele será muito.Compartilhe o sucesso, mesmo as pequenas conquistas, com pessoas queridas,como eu faço com vocês. A vida é curta, mas as sementes que podemos deixar, duraram uma eternidade.

Aprendi com os animais, que tenho mais do que preciso e que só preciso exatamente daquilo que tenho, de nada além, de nada mais.Vi também que tenho muito a fazer, para um mundo mais justo, pela construção de um mundo que é “agora, mas ainda não”, um mundo construído em cima de pilares de igualdade, fé, esperança e amor.

Todas as manhãs, agradeça a Deus pela dádiva da vida,da natureza,do universo.Nós não mereceriamos isso se Deus não fosse longânimo e benigno. Se você não tem o hábito de orar, ao menos agradeça à Deus por poder respirar. Lembre-se de que é preciso abençoar a vida para que a vida nos abençoe.
Tudo que foge à essas coisas,são vaidades,aflição de espiríto. Faça o bem sempre que houver oportunidade,e que suas palavras sejam apenas uma divulgação da verdade que vive. Não seja frio,nem morno.Seja intenso para o bem.

Para finalizar,participe de nosso sorteio:

E nos ajude a vencer essa etapa:

"A vida não dá e nem empresta, não se comove e nem se apieda. Tudo quanto ela faz é retribuir e transferir aquilo que nós lhe oferecemos"

Grande beijo em todos e fiquem com Deus.

Meibel
Projeto Hammã

3 comentários:

Anônimo disse...

Oi Meibel.
Que bom ler novamente suas palavras, seus pensamentos, sua visão de vida. Compartilho muito com o que vc diz. Tenho acompanhado as notícias do projeto e devido a alguns contratempos (cartões clonados, salário atrasado) não estou podendo ajudar como queria. Estive pensando em algumas alternativas que talvez possam auxiliar. Seria bom o projeto ter e postar um relatório das contribuições para que todos saibam o que entra e como está sendo utilizado (registro e prestação de contas). Poderia-se, também, formar um grupo de mantenedores que mensalmente contribuiriam com um valor. Poderia ter uma conta no nome do projeto e com ela solicitar ajuda de empresas e/ou empresários. Não sei se daria certo, mas, precisamos pensar em mais formas de sobrevivência, pois, outras vidas aparecerão pedindo ajuda.
Minha mãe está viajando e quando chegar (fevereiro) fará mais ecobags (os custos serão todos meus). Abraços.

Jussara disse...

Não sou anônimo, esqueci de colocar meu nome.

Projeto Hammã disse...

Olá Jussara,

Estamos nos organizando para prestação de contas.Nos próximos meses(fevereiro ou março)será marcada a assembléia para apresentação oficial da diretoria e então registrar o Projeto Hammã como Oscip.Temos um total de doaçãos que varia muito de acordo com as necessidades e que infelizmente acontecem mais se tiver um animal doente e que sensibilize as pessoas,por exemplo:Não aconteceu nenhuma doação para o tratamento de Pantera que ficou em torno de 900,00 e para Lilica pouquissimas pessoas se manifestaram,nada para Pepê e nem para Conan.Quanto aos doadores fixos,as doações não chegam à 800,00 e só de canil pagamos 1400,00,mais ração,despesas com lares transitórios,castrações,cuidados primários(vacina e vermifugo).Mas achamos isso compreensível diante dos recursos que possuímos.Contudo,vamos avante,crescendo que ainda somos um menino nessa terra de gigantes!
Obrigada por ser uma das que está sempre com mãos estendidas.
Grande beijo na sua mãezinha

Meibel
Projeto Hammã

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...