Páginas

Pesquisar neste blog

2 de fevereiro de 2011

Graminha virou uma estrela no céu...


Olá amigo leitor,

como é difícil definir as artimanhas de nosso Criador e ainda tentar explicar para vocês o que temos certeza que ninguém vai entender, ou no minímo-não vão se sentir confortáveis tampouco nos confortar. Mas entendemos nas poucas coisas que conseguimos, que vocês são parte do nosso trabalho e por isso compartilhamos.

Graminha, um felino de apenas 40 dias, lindo como uma coisinha advinda do céu, com seu dourado e azul acabou por cair sob nossa proteção depois de ter sido resgatado em um cruzamento por uma grande amiga do Projeto Hammã e logo ser rejeitado por Dóris, uma linda cadela Cane Corso. Mesmo com tentativas de longas negociações e explicações,Dóris deixou bem claro que nunca aceitaria dividir território com algo tão insuportável para ela. E então Graminha foi para os braços de Jacqueline(para quem não lembra,é a organizadora dos bazares),que logo percebeu que o felino não estava bem de saúde.E o cercou de todos os cuidados necessários,na fragilidade de nossas limitações e na fragilidade daquele ser tão pequeno que não sabia dizer o que tinha, não conseguiamos descobrir o motivo que o levava à não parar com a ração no estômago. Procuramos alguns veterinários para fazer hemograma, o sangue deveria ser colhido pela jugular,já que suas veinhas pareciam mais vasos fininhos. Não encontramos um veterinário que assumisse o risco.

Todos sabem que nosso forte são cães,não temos grande experiência com gatos e ao que nos pareceu, os profissionais também não. Diariamente Jacqueline nos passava as condições de Graminha, fizemos alguns apelos sem sucesso, horas ele estava normal, horas nos deixando em alerta. Eu pensava no corpinho de Graminha como se fosse o corpinho de uma ave, frágil e abatida.

Hoje pela manhã, Jacqueline ligou noticiando o estado de letargia de Graminha, pelo telefone eu podia ouvir seus últimos miados e a dor da impotência de Jacqueline. Então,Graminha nos deixou. Tão pequeninho que cabia na mão da tia cuidadora. Pior do que não conseguir fazer é não saber o que fazer. Foi essa a conclusão que o pequeno Graminha nos deixou. Esteja em paz onde estiver pequenino.

Sabem, eu e Rafael somos responsáveis pelos resgates,somos nós quem recebemos os pedidos e eu percebo quão cruel é o humano com os animais e em especial com os gatos. Dos telefonemas que recebemos 80% são relacionados à gatos. Ninhadas, mãezinhas envenenadas para não reproduzirem mais deixando seus filhotinhos ainda em amamentação, gatos que incomodam porque são gatos,e muito pior do que acontece com os cães, é que eles não passam despercebidos, geralmente despertam a antipatia dos que não gostam de animais. O cachorro é totalmente ignorado quando é perambulo de rua. Lembram de José? Anorexo, mau cheiroso, assustado, lixeiro, e eu me lembro de como fiquei indignada por ninguém olhar, ao menos olhar para ele, tamanha era a indiferença. Com o gato a coisa é mais "cabulosa". Por exemplo, se José fosse um gato, alguém provavelmente o teria matado à pauladas. Eu sei que isso é horrível. A realidade é horrível e repugnante. O que eu digo é confirmado na cantiga de ninar (coisa absurda!), atirei o pau no gato/mas o gato não morreu. Quer dizer: ele tem que morrer à pauladas.

Talvez querendo confirmar a rejeição, Getúlio Cortês escreveu a música que hoje é sucesso cantado por Marisa Monte:

"Eu sou um negro gato de arrepiar / e esta minha vida é mesmo de amargar! (...) / um dia lá no morro, pobre de mim / queriam minha pele para tamborim / apavorado, desapareci no mato! eu sou um negro gato..."

Vejam outra confirmação nessa postagem de nosso blog de um email que recebemos:


Então em tudo que o gato é relacionado, é visivelmente rejeitado. A problemática com os felinos é desde de hora de seu nascimento e quando por sorte ele encontra seu protetor, vem o temor junto. Gatos pretos não são doados facilmente,ou são rejeitados por superstição ou a adoção é negada por suspeita de rituais. Outro absurdo, real. Por mais assustador que pareça, os adeptos à magia estão sempre rondando protetores na esperança de alçar um "amuleto". E são diversas as crenças populares, Pérsia Antiga, idade média, filmes de suspense, terror, halloween, cultura medieval, até no anarquismo, enfim, a ignorância não é coisa da modernidade atual. Provando que nem tudo evolui,ainda existem os primatas. O homem comum se apegou na lição de que o cão é o melhor amigo do homem e se esqueceu das primeiras frases da criação:

"Deus criou os céus e a terra,e tudo que nela habita"

Grande beijo, fique com Deus.
Meibel 
Projeto Hammã

8 comentários:

Monik disse...

Como vc disse, os gatos são mesmo mais discriminados. Vejo isso sempre. E até para adoções...
É muito triste, mas os gatos ainda tem uma má fama. Conheço muita gente que diz que nunca teria um gato, não gosta de gatos e etc. Talvez por nunca terem convivido com um né? Vai saber...

Anna Carolina Prestes disse...

Nossa, tão triste isso...ele era tão bonitinho, estava até animada em adotá-lo..
Mas vcs não podem ser culpar..ele parecia ser bem frágil mesmo, filhotinho..a imunidade ainda não é forte suficiente..
o trabalho de vcs é muito bonito!
abraços!

hellen disse...

Ahhh "tadinho" do Graminha!!!! Confesso q chorei aqui ao ler esse post.... Eu sou apaixonada por gatos. Em minha casa tenho 7 e na chácara mais ou menos uns 20... Já até perdi a conta, e esses praticamente achados na rua. Meu coração corta ao ver um gatinho abandonado, e se pudesse recolheria todos. Infelizmente não possuo condições financeiras suficientes p ajudar todos, mas faço sempre o q posso.

Atareza disse...

Sou gateira junto com minha mãe e irmã. Já cuidamos de 20 gatos de rua que foram aos poucos morrendo envenenados, a pauladas e pedradas. Hoje, temos em nosso apê 6 gatos que um dia foram rejeitados pela sociedade e que hoje têm um lar: o meu. A nossa gata mais velha tem 14 anos, 2 têm 13 anos, 2 têm 2 anos e 1 tem 1 ano. Estamos om 3 filhotes que vão amanhã serem entrgues à sua nova dona. Já castramos com nossos próprios recursos, sem cobrar nada de ninguém mais de 30 gatos que foram encaminhados para adoção por pessoas que amam gatos como nós. Sei que essa luta a favor dos gatos é insana, pois as pessoas ainda possuem resistência em aceitar que gatos são seres que sentem todas as emoções como uma pessoa. Mas, nunca iremos desistir de lutar a favor deles, porque ao contrário dos cães, poucos ainda são gateiros em Goiânia. Somos solidárias à dor da perda de Graminha. E que a passagem dele para o outro lado não seja em vão. A luta é árdua, mas estamos sempre com patinhas e bigodes prontas para luta.

Loba disse...

Graças a falta de controle, perdi a chance de pegar o end. de um senhor que estava contando c/ todo orgulho que sexta feira ele conseguiu matar um gato com chumbinho, que o bicho amanheceu duro no seu quintal. Motivos? O gato estava comendo os coelhos que ele cria e pelo visto é prá venda de carne, pele e pelo.Mais a minha indignação me fez partir prá agressão, como me impedirão, fiquei só nas pragas e nos palavrões.
Qto ao Graminha, ele deve estar feliz na ponte do Arco Iris graças ao anjo chamado Jaqueline.

Raquel - Pastora de Ovelhas, mansa como a ovelha, lírio do campo. disse...

É muito triste quando ouvimos que um animalzinho padeceu por negligência ou por maldade. No caso de vocês, o Graminha teve uma certa sorte em ter sido encontrado por uma "familia" tão amorosa que tentou de tudo para salvar sua vida. Alguns não tem sequer a chance, pois como você disse, são mortos nas ruas, apedrejados, sofrem maus-tratos de todas as epécies, como se não sentissem dor! Infelismente a realidade dos felinos é mesmo esta e precisamos fazer algo ( uma campanha ) para que isso mude.Tenho 6 gatinhos ( 02 deles resgatados de mãos maldosas ) e o restante nasceu em nossa casa, são tratados como príncipes e princesas e nos dão muita alegria. Ah se as pessoas soubessem como é a convivência com um animalzinho destes...Boa sorte a vcs e podem contar sempre conosco! Raquel Mancuzo

Jean disse...

estou procurando um gato pretinho, novo pra fazer compania pro meu cachorro, ele é preto tbm, ia ficar legal, se n tiver preto pode c outra cor msm. sou estudante de medicina veterinaria 5º periodo, posso ajudar em alguma coisa tbm,

Jean disse...

meu email é jeanjonathasfb@gmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...