Páginas

Pesquisar neste blog

3 de fevereiro de 2011

Voltando para seguir


Amigos queridos,

Saudades de todos vocês!

Como fiquei muito tempo sem escrever,obviamente não vou conseguir falar tudo que tem acontecido.Vou me desculpar pela ausência longa e afirmar que não se tratou de descaso, o fato se deu por falta de internet, mudanças, deficiência do servidor, enfim, coisas que foram além do desejo e da necessidade de escrever.

Boa parte aqui estão acompanhando o Blog do Projeto Hammã ou participam da nossa página de relacionamento no orkut, facebook e twitter, então estão mais atualizados com os acontecimentos (que pareceram uma avalanche sobre nós), os últimos resgates, as perdas, a inauguração da nova Sede Social e muitos outros que confesso: tem hora que eu não consigo respirar! Conseguimos fazer o servidor funcionar esta semana, ou ele voltou sozinho, não sei ao certo. De qualquer forma, apertem os cintos que o avião vai decolar(brincadeira!)

Essa falta das cartas que sempre escrevo,prejudicou o Projeto Hammã de uma forma que nem eu pensei que fosse tão significativa.Desde o começo de Dezembro que resgatamos Conan a coisa só foi crescendo,considerando que no fim de ano foi uma coisa assustadora o número de abandonos e pedidos de resgate. Priorizamos os casos de risco,como Conan, Pantera, Zulú, Lilica, alguns gatinhos, uma mãezinha com seis filhotes todos doentes,apenas um escapou e isso nos rendeu uma divída enorme.Entramos Janeiro com um saldo devedor de R$3416,00 e uma esperança enorme de sanar até o fim do mês.Como pagamos canil e os animais doentes foram chegando de uma forma que não conseguimos controlar, a divída não foi paga. As doações foram prá lá de escassas, tanto financeiras como também para nosso bazar. E ainda agora com a tragédia do Rio de Janeiro,todos se voltaram para esse socorro,inclusive nós!Também mandamos roupas, calçados, remédios e outros artigos que recebemos no bazar e que não são vendáveis, coisas juntadas ao longo de meses para situações assim. De qualquer forma,a enchente também nos alcançou, não só o Projeto Hammã como acredito que vários outros protetores e instituições que dependem de poucos colaboradores e que também tiveram essas poucas contribuições diminuidas. Disse uma vez que a doação para a causa animal é pouco exercitada e o pouco que temos são pessoas devotas da causa solidária,contamos com elas.

Gostaria muito de atualizar todos de tudo que aconteceu nesses últimos meses e pedir para que nos ajudem à quitar essa divída que vem prejudicando nosso desempenho.Estamos com vários animais postados em nosso blog na seção "mural do leitor" que nós gostaríamos de ajudar e estamos preocupados com eles,mas em decorrência dessa deficiência financeira,a falta de doações tanto em espécie como para o bazar, nos impede de agir como deveriamos e gostariamos.Visitem nosso blog e vejam como exemplo do que escrevo,uma dobermann idosa que está nas ruas sob o risco de ir para o CCZ e o fila que precisa ser socializado para adoção e seu "proprietário" vai mudar para um apartamento.

Entre outras coisas, prejudicou também a agenda que estava programada até final de feveiro, como o curso de posse responsável, a assembléia para o registro do Projeto Hammã, um acordo com a Seden para a retirada dos animais que são vendidos nas ruas,enfim, não conseguimos organizar nada com uma divída dessa e consequentemente tantos animais aguardando nosso socorro.

Infelizmente, por políticas do Google, eu não posso divulgar o nome do blog nos envios em massa, caso o faça, o google tira nossa página do ar. Estou enviando o endereço nos flyer abaixo ou quem quiser nos procurar no twitter, todas as nossas postagens são compartilhadas com o blog. São várias novidades. A inauguração da Sede, o sorteio de uma camiseta do Projeto Hammã para seguidores do blog, a rifa com produtos do boticário para ajudar Zulú, o resgate de Lilica, o vídeo do falecido Conan , os adotados de janeiro e muitas outras coisas bem legais, visite nosso blog e navegue nos links. É uma boa forma de conhecer nosso trabalho e ter uma noção do quanto precisamos de ajuda. Esperamos regularizar tudo até o fim do mês e retomar os compromissos da agenda. Essa informação é prá quem está aguardando o curso de posse responsável.

Agora queridos, voltando para dentro de nós,para essa carta não chegar vazia,quero dizer algo a vocês: desde o começo de Dezembro, temos lidado com casos extremos de crueldade e a falta de vocês nos deixou bem solitários, isso não foi tão ruim porque contudo, percebemos que verdadeiramente, nosso coração bate junto à esses animais. Sabem, por volta do dia 15 de Dezembro, percebemos que a coisa ia por um rumo incontrável que à cada chamada do celular, nosso coração sofria um sobressalto, sabiamos que a chamada era de um animal esperando socorro, e dia após dia era assim. A nossa alma estava aflita, nosso espírito já não cabia mais em nós,o coração apertava. É muito duro assistir a tudo isso. Ontem um dos nossos protegidinhos veio a óbito (leiam no blog "Graminha vira estrelinha") e eu conclui que pior do que não conseguir fazer,é não saber o que fazer.

Daí penso em Deus e olho prá mim, como ser humano, a criatura diante do Criador, tento sentir a dor do coração de Deus, e eu penso que não suportaria já que no meu pequeno coração, só isso que vejo é repugnante demais.

Eu percebi o quanto ainda temos que crescer como sociedade pensante, com expressão, sentidos, uma realidade hostil poucas vezes narrada e muito das vezes vivida. Um aflorar de múltiplas facetas que mostra a sociedade que não respeita os animais que vivem sob a brutalidade, a insensibilidade e o oportunismo dos chamados "racionais".

Nosso trabalho provavelmente não mudará a realidade da maioria desses animais, mas se conseguir mudar de pelo menos algumas, ele já terá atingido o seu objetivo digno e honesto. E para quem quer fazer também,não fechar os olhos é um bom começo. Eu até aqui, agradeço a Deus, por cada um de vocês serem parte do diferente e ter o prazer de tê-los conhecido.

Bem amigos, fico por aqui com a promessa de sempre voltar e a esperança de poder contar com vocês, quem deixou de ajudar por falta de notícias,por favor receba nossas desculpas e volte a ajudar. O número da conta para contribuir financeiramente como sempre no fim da página e o endereço da sede que também funciona nosso bazar e nossos contatos para quem quiser doar prendas. Abaixo alguns de nossos flyers com as principais necessidades, maiores detalhes em nossa página.

Para encerrar, penso que o ser humano é a máquina que move o mundo e pensando sobre isso enquanto escrevia esta carta,lembrei-me de uma frase:

"Mais que de máquinas, precisamos de humanidade."
(Charles Chaplin)

Grande beijo em todos, fiquem com Deus

Meibel

2 comentários:

Jussara disse...

Sofridas e expressivas palavras Meibel. Depoimentos como este é que me fazem ainda acreditar na humanidade, no ser humano que sente, respeita e age. Continue contando comigo. Minha mãe chegou de viagem e já estamos começando a confecção de novas ecobags.
Abração. Jussara

Projeto Hammã disse...

Jussara,
Obrigada por sempre estar assim tão pertinho de nós com o seu coração,fluindo esse seu desejo de que tudo dê certo.Isso entre outras coisas,faz com que o céu,também nos abençoe.
grande beijo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...