Páginas

Pesquisar neste blog

2 de junho de 2011

Cadela sobrevive após ser enterrada viva


A imagem é chocante e reflete bem a que ponto pode chegar a crueldade humana.

Repercute, desde a última sexta-feira (27), na imprensa mundial, o caso da cachorrinha Star, que, segundo informações oficiais, sobreviveu a um ato de extrema crueldade. Na cidade de Birzebbuga, em Malta, ela teria sobrevivido após levar 40 tiros na região da cabeça e ter sido amarrada e enterrada viva.

Quando foi encontrada pela polícia, por conta dos uivos, ela estava com o focinho para fora da terra. O acontecido mobilizou a opinião pública local. O alarmante fato fez de Star um símbolo da luta no país por leis mais rigorosas contra as agressões aos animais. A população planeja uma manifestação no próximo dia 4, na capital Valletta.

Ainda que seja muito emocionante a sobrevivência do animal e positiva a mobilização, para os veterinários, o caso - tal como foi divulgado - só pode ter sido obra de um milagre.

Para ler a matéria completa clique aqui.


3 comentários:

Audio & Rock N Roll disse...

Quem faz isso com um cão tbm faz com um ser humano. São assassinos por natureza; devem pagar pelo crime e devem ser mantidos fora do convívio social. E se tiverem o mínimo de discernimento, um dia poderão apreender com os cães a amar o próximo.

Ana Carolina Castro disse...

Que horror. Sem palavras.

Mário disse...

A cachorrinha que levou 40 tiros no crânio há cerca de duas semanas, em Malta, morreu.
No último sábado (4), Star foi adotada e levada para a casa de seus novos donos. Horas depois, a cadela sentiu-se mal e foi internada em um hospital veterinário. Nesta segunda-feira (6), a cachorrinha morreu, vítima de uma inflamação aguda do pâncreas.
Até agora, o autor da crueldade ainda não foi encontrado. Manifestantes querem que a pena máxima para este tipo de crime, que hoje é de um ano, aumente.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...